Pesquisar este blog

Total de visualizações de página

CAPA DO BLOG

FAVORITA DO DIA

FAVORITA DO DIA

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

MINHA VIDA BI-DIMENSIONAL


Sempre me questionei sobre o conteúdo de meus sonhos. De onde meu cérebro tira imagens de locais que me são familiares, mas, não se encaixam em nada que diga respeito a locais ambientes ou pessoas de minha vida. Muitas pessoas sonham com familiares já falecidos e dialogam com tais pessoas. Em meus sonhos com membros de minha família que já não vivem a bastante tempo, o fator morte não entra. Sonho sempre com eles vivos. Outra capacidade que possuo e que tenho questionado e seguidamente consulto outras pessoas a respeito, é a faculdade de ver imagens acordado e com os olhos fechados. De onde estas imagens vem? Por muito tempo me fiz esta pergunta e finalmente acho que encontrei a resposta.
Muitos ditos fenômenos sobre-naturais não podem ser explicados porque vivemos em um mundo material onde a existência de algo sobre-natural teria necessariamente que ser composto de partículas, pois que tudo o que existe é composto de partículas elementares. Já a algum tempo a ciência tem estado às voltas com a descoberta de partículas de comportamento estranho e portanto desconhecido. Mas desde que estas manifestações começaram a ser percebidas, com a descoberta da anti-matéria e suas características fundamentais, eu venho pesquisando e procurando interpretar cada nova matéria que surge a  respeito de tais descobertas.
Venho desde então tentando formular uma teoria capaz de explicar de uma só vez, todos estes fenômenos que atormentam a humanidade e para os quais não existem explicações lógicas. Tenho já escrito vários artigos sobre o assunto e na medida que surgem novas informações, procuro encaixá-las em minha teoria. Neste caso específico parto da premissa que a explicação não tem absolutamente nada de sobre-natural. Após muitas horas pesquisando e pensando o porque de tais comportamentos estranhos, chego a conclusão de que somos seres bidimensionais enquanto materialmente vivos. Isto é, nascemos paralelamente em duas dimensões. O famoso dejavu, é explicado como um lapso de tempo em que nos comunicamos com nosso sub-consciente que independe de passado ou futuro nas questões relativas ao tempo.

Desta forma, os meus sonhos ou os seus, são protagonizados pelo segundo eu que afinal reside dentro de nós, mas em uma outra dimensão. Considerando a dualidade de tudo, matéria x anti-matéria, chegamos a conclusão que é possível sim, que recebamos informações desta segunda dimensão através da comunicação com nosso sub-consciente enquanto dormimos, ou como no meu caso me permite ver imagens de pessoas, paisagens e objetos desta outra segunda dimensão, mesmo em estado alerta. Me intrigava o fato de seguidamente ver casas em meio a enormes árvores e vegetação alta. Tudo então começa a fazer sentido. Desde o porque que em meus sonhos, meus entes queridos que já nos deixaram, estão com aparência jovem e saudável e porque os ambientes me parecem familiares. É porque de alguma forma existe a familiaridade comprovando que somos seres duplos, pelo menos até que a morte acabe com nosso corpo material. 

Nenhum comentário: