Pesquisar este blog

Total de visualizações de página

CAPA DO BLOG

FAVORITA DO DIA

FAVORITA DO DIA

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

DE CABEÇA PRA BAIXO?

No meu estúdio, nos anos 70, usávamos 6 formatos de câmeras. 13X18 cm, 10 X12 cm, 6X6 cm, 6X7 cm, 6X9 cm e 35mm.
Obviamente as de grande formato, não possuíam espelhos ou visores pentaprisma, para levar a imagem de forma vertical até o visor. Isso, porque a imagem era projetada sobre vidro despolido, (visor) de cabeça para baixo. é assim que a imagem chega ao filme ou sensor, se não houver nada entre ela e o destino final. Utilizávamos, um conta fio ou lupa, para conferir o foco. Uma objetiva, pesava mais que uma câmera com lente e tudo das atuais. Havia um fole, por onde se controlava o avanço e recuo da objetiva. A dianteira do fole, deslizava sobre trilhos. Hoje ouço gente que se diz entendido em fotografia e até lojas do setor, classificando câmeras como Profissionais e semi-profissionais. A melhor câmera 35mm do mundo, sempre foi e continua sendo a Leica por suas objetivas Laitz. Hoje nem seria classificada como semi-profissional? Então, existem Fotógrafos profissionais, não câmeras. Fotógrafos amadores e não câmeras semi-profissionais. Sendo que o termo amadores, aplica-se a amantes da arte fotográfica, nem por isso menos competentes que seus colegas profissionais. Eu fiz fotografia profissional durante 35 anos, mas me considero amador, apaixonado por fotografia. Estou cogitando a possibilidade de ensinar tudo o que sei, sem segredos. Passar o conhecimento de quem respirou fotografia, desde a Kodak caixão até uma digital atual. Acho que vou aceitar o desafio.

Nenhum comentário: