MINHAS PÁGINAS AQUI

Pesquisar este blog

Carregando...

Total de visualizações de página

IMAGEM DO DIA

IMAGEM DO DIA

quarta-feira, 1 de julho de 2015

A NOITE PARINDO A LUA

 O inicio...
 Entre os pelos pubianos....
Finalmente a liberdade.

terça-feira, 30 de junho de 2015

MULHERES & MULHERES

CLIQUE NA FOTO: 179 FOTOS


PASSEIO NA PRAIA

 clique na imagem; 33 fotos




segunda-feira, 29 de junho de 2015

RODOPIANDO

domingo, 28 de junho de 2015

COMPARANDO 35mm X FORMATO MÉDIO

Alex Koloskov, possui um estúdio em Tokio e Faz somente fotos em estúdio, de moda e outros. Ele usa em seu trabalho uma Nikon D800E e uma Asselblad H4D40. Fez um teste comparando as duas câmeras para uma revista especializada . Não vou publicar a matéria toda, mas somente a sua opinião sobre a comparação entre uma e outra câmera. Após uma bateria de testes, ele chegou a conclusão de que a primazia do médio formato está com os dias contados. Segundo ele, a diferença é tão mínima a favor da Hasselblad, que só com uma lupa é possível observar isso. Mas quem andaria com uma lupa no bolso para observar cartazes de grande formato? Por muitos anos formatos médios DLSR estiveram separados das câmeras DSLR 35 milímetros por uma enorme lacuna na qualidade de imagem e resolução (além de um preço, é claro), e isto porque: sensores duas vezes maiores do médio formato, sem AA filtro de (blur) pareciam inatingíveis. Isso não deixava quaisquer chances para câmeras de 35mm, para combinar com a qualidade de resolução e nitidez de imagem. 
Desde a velha Phase One P25 + formato digital já deixado  para trás em câmeras Hasselblad H1. Agora uma das grandes vantagens deste formato, está de volta nas mais jovens câmeras de 35 milímetros.
Por que comparar 35 milímetros e médio formato DSLR?
Ambas tem sensores de resolução semelhantes, ambas não têm filtros AA (blur).
Desta forma, convém salientar que a Nikon D800 está nos calcanhares da Hasselblad e com uma enorme vantagem no preço. Claro que a Hasselblad H5D50, com 50 MPX, está num patamar acima inclusive no alto preço. Resta saber se a Nikon vai topar a briga e aparecer com alguma revolução.




sábado, 27 de junho de 2015

ILHA ESPELHADA

clique na imagem : 22 fotos




ANTI CONVENCIONAL

 Nada pra fotografar? Costumo recostar-me e explorar o ambiente em volta.
 Um saco plástico é fotogênico? O que vocês acham?
 Você fotografaria o pingente de um ziper?

 Da pra definir isso? Tente!
Uma olhada pela janela, encontra a lua. Lá vamos nós. Tripé? Pra que?
E isso?
Bem se você quiser meter o pau... kauro.winck@gmail.com

segunda-feira, 22 de junho de 2015

TIRO LIVRE









terça-feira, 16 de junho de 2015

FLORIPA DE CIMA PARA BAIXO






domingo, 14 de junho de 2015

VISÕES NOTURNAS ATUALIZADO



sábado, 13 de junho de 2015

QUINHENTOS ANOS DE CORRUPÇÃO



A atuação do ministério público desde que começou a investigar e trazer a público tudo o que temos visto nos últimos tempos, me dá a certeza de que não existe uma só prefeitura, repartição pública, empresa prestadora de serviços públicos, onde não haja algum tipo de corrupção. Nunca se viu tanto político ou empresário, algemados com as mãos para trás, como reles ladrões. Mas nós, somos culpados. Tivemos anos atrás através de um plebiscito, a chance de mudar isso. Mas o que fizemos? Optamos pelo mais corrupto dos sistemas, ou seja o presidencialista. São quase 500 anos de corrupção que vem desde os tempos do império. Pelo menos temos hoje, um ministério público atuante que trás a público e nos mostra quem são os ladrões que elegemos. Nós vamos às ruas protestar quando as coisas se complicam, mas se houver um novo plebiscito. lá vamos nós novamente, preferir o mesmo sistema, falido que só serve aos corruptos, legisladores que criam cada vez mais vantagens, mordomias e acobertamentos legais, para encher os bolsos. É hora de mudar! Todos sabemos disso. É hora de tentarmos um sistema parlamentar, ou outro, que nos dê mais transparência e coloque os políticos em pé de igualdade com o cidadão comum e não como uma classe privilegiada, que rouba, julga e absolve com um poder único, mas conquistado pelo voto de uma população subjugada e impotente. Ou será que eu vou preferir que continue tudo como está, para poder escrever e aparecer no Facebook? Palavras ao vento!

quarta-feira, 10 de junho de 2015

VAGANDO SEM ROTEIRO